Curso Técnico Superior Profissional de Assessoria Educativa

Detalhes curriculares do Curso
Descrição geral do perfil profissional

Planear, desenvolver e implementar ações promotoras da aprendizagem e bem-estar de crianças e jovens, sustentado em relações de confiança estabelecidas com as suas famílias e outros profissionais. Intervir, sistemicamente, em equipa e com vista à inclusão, organizando e gerindo tempos, espaços e materiais de apoio, sendo capaz de avaliar e ajustar a sua ação.

O Curso Técnico Superior Profissional de Assessoria Educativa confere um Diploma de Técnico Superior Profissional, qualificação de nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações.

COORDENAÇÃO: VAGAS: REGIME:
Coordenador:
Professor Doutor António Montiel
40 Diurno e pós-laboral
Responsável pela formação em contexto de trabalho:
Professora Especialista Isabel Adragão

Atividades a desempenhar

Destinatários

Saídas Profissionais

Acesso e Regulamentação

Principais atividades a serem desempenhadas:

  • Avaliar as necessidades e potencialidades dos contextos e situações de intervenção.
  • Gerir, com autonomia supervisionada, a sua intervenção em parceria com outros profissionais, famílias e com as crianças.
  • Planificar, de forma clara e fundamentada, a sua intervenção, e registar a sua implementação, recolhendo evidências para avaliação da sua ação.
  • Definir e implementar estratégias para a organização e gestão dos tempos, espaços e materiais de apoio ao desenvolvimento, aprendizagem e bem-estar das crianças.
  • Selecionar, organizar e dinamizar recursos culturais, artísticos e didáticos em diferentes serviços e contextos educativos de atendimento à infância, numa perspetiva inclusiva.
  • Identificar e recorrer a programas e respostas educativas e sociais adequadas a situações específicas de crianças e famílias encaminhando, se necessário, para outros profissionais e contextos de apoio.
  • Resolver situações imprevistas no dia-a-dia de serviços/contextos educativos de apoio à infância.
  • Gerir eficazmente relações interpessoais facilitando a negociação e atenuação de conflitos (entre profissionais, famílias, grupos de pares).
  • Resolver situações dilemáticas emergentes no seu contexto de intervenção, aplicando critérios éticos.

Destinatários:

  • Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
  • Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas, destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, ao abrigo do disposto no Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de Março, alterado pelos Decretos-Leis n.ºs 113/2014, de 16 de Julho, e 63/2016, de 13 de Setembro;
  • Podem igualmente candidatar-se os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior.

Saídas Profissionais como Técnicos Superiores em diversos contextos:

  • Creches familiares / Creches / Amas
  • Componente de Apoio à Família em Jardins-de-Infância e Escolas de Ensino Básico
  • Colégios
  • Centros de Acolhimento / Centros Comunitários
  • Serviços de Atividades de Tempos Livres / Centros de Estudo
  • Serviços Educativos de Museus / Bibliotecas
  • Hospitais / Internatos
  • Juntas de Freguesia

Resultados da aprendizagem

CONHECIMENTOS

APTIDÕES

ATITUDES

  • Conhecimentos abrangentes sobre os contextos de atendimento à infância, enquanto espaços ecológicos, construídos pela interação entre diferentes atores.
  • Conhecimentos especializados sobre políticas, programas e linhas orientadoras da intervenção educativa e social com crianças.
  • Conhecimentos abrangentes sobre os processos de desenvolvimento e aprendizagem e sobre as relações entre estes.
  • Conhecimentos especializados sobre promoção de saúde e bem-estar físico, psíquico e social.
  • Conhecimentos especializados sobre fatores de risco, proteção e de construção de resiliência na infância.
  • Conhecimentos abrangentes nas áreas disciplinares do currículo da educação básica (português, matemática, estudo do meio, história, geografia, ciências naturais e expressões artísticas).
  • Conhecimentos abrangentes sobre critérios de apreciação, adequação e organização de recursos culturais, artísticos e didáticos para a intervenção com crianças.
  • Conhecimentos especializados sobre técnicas de apoio ao estudo e à aprendizagem.

  • Desenvolver relações positivas com outros profissionais, as famílias e as crianças, baseadas em tomadas de decisão partilhadas, confiança mútua e comunicação aberta.
  • Dialogar com profissionais de diferentes disciplinas procurando harmonizar os discursos para o bem-estar das crianças e das famílias.
  • Utilizar técnicas de observação e análise de comportamentos e de contextos para adequar programas e formular estratégias favorecedoras de bem-estar à infância.
  • Recorrer a programas de intervenção nos domínios da saúde, política social e educação para atuação em situações diferenciadas.
  • Aplicar estratégias/métodos de prática reflexiva e ética no contexto da sua ação quotidiana.
  • Exprimir-se, oralmente e por escrito, com correção, de modo adequado a diferentes públicos e contextos.
  • Aplicar técnicas de apoio ao estudo e à aprendizagem das crianças, em articulação com a escola e a família.
  • Promover a participação ativa das crianças e o seu envolvimento em situações lúdicas nos diferentes contextos, mediando relações positivas entre elas.

  • Demonstrar capacidade de manter ambientes seguros, saudáveis e estimulantes que otimizem o bem-estar, o desenvolvimento e a aprendizagem das crianças.
  • Demonstrar capacidade de respeitar a perspetiva e prioridades de cada família e fazer delas o ponto de partida da intervenção com crianças.
  • Demonstrar capacidade de acolher e dar resposta à singularidade de cada criança, não discriminando as suas circunstâncias e características específicas.
  • Demonstrar capacidade de participação em equipas de diferentes serviços de apoio à infância, e de se relacionar de modo isento com todos os atores.
  • Demonstrar capacidade de escuta e integração de diferentes perspetivas, refletindo sobre o impacto da sua ação nos outros e nos contextos.
  • Demonstrar capacidade de adaptação às necessidades das crianças e aos contextos de intervenção.
  • Demonstrar capacidade de se comprometer com o seu desenvolvimento profissional contínuo e com o prosseguimento de estudos/formação.


Vagas e Candidaturas

Documentação – Candidatura

Documentação – Matrícula

Propina

Informações

Fase Candidaturas de acesso 2018/19 Prova Resultados Matrículas
1ª Fase de 3 de abril a 22 de junho de 2018

28 de junho

10h30 / 17h00

5 de julho de 5 a 13 de julho
 2ª Fase de 25 de junho a 10 de julho de 2018

11 de julho

10h30 / 17h00

18 de julho de 18 de julho a 1 de agosto
 3ª Fase de 11 de julho a 5 de setembro de 2018 *

7 de setembro

10h30 / 17h00 **

13 de setembro de 13 a 28 de setembro ***
4ª Fase de 3 a 9 de outubro de 2018

10 de outubro

10h15 **

até 14 de outubro até 18 de outubro ***

INFORMAÇÃO IMPORTANTE:
* A ESEI Maria Ulrich encontra-se encerrada de 14 a 31 de Agosto, pelo que as candidaturas da 3ª fase – durante este período – devem ser feitas através dos documentos online e submetidas por email para o endereço claudia.garcia@emulrich.org
** As provas de acesso da 3ª e 4ª fase devem ser feitas nas instalações provisórias da ESEI Maria Ulrich no edifício do ISPA: Rua Jardim do Tabaco, 34, 1149-041 Lisboa – Sala 211.
*** As matrículas da 3ª e 4ª fase devem ser feitas na morada: Rua Braamcamp, 9, 2º, 1250-048 Lisboa – 213929560.

Prova a realizar:
Português ou Psicologia
(tendo por base os conhecimentos e aptidões correspondentes ao nível do ensino secundário destas disciplinas)

Nº de vagas:
40 vagas em regime diurno e pós-laboral

O aluno deverá apresentar, no ato da candidatura, os seguintes documentos:

  • Boletim de candidatura devidamente preenchido: Boletim de Candidatura – CTeSP Assessoria Educativa
  • Cartão de cidadão ou Bilhete de Identidade e cartão de contribuinte;
  • Certificado de habilitações;
  • Curriculum Vitae detalhado.
  • Estes documentos devem fazer-se acompanhar do pagamento da candidatura, no valor de 75€.
  • Dados para pagamento por transferência bancária: IBAN PT50 0007 0003 0007 903000388 – Entidade Bancária Novo Banco – Beneficiário API (Associação de Pedagogia Infantil)
  • O comprovativo de pagamento e o Boletim de Candidatura devidamente preenchido devem ser enviados para claudia.garcia@emulrich.org

O aluno deverá apresentar, no ato da matrícula, os seguintes documentos:

  • Boletim de matrícula devidamente preenchido (facultado na secretaria da ESEI Maria Ulrich);
  • 2 Fotografias tipo passe;
  • Boletim individual de saúde (vacina do tétano em dia).

Matrícula: 75€

Propina:

Propina anual: 2.200€

Opções de pagamento:

A propina anual poderá ser paga numa das seguintes modalidades:

  • anual (1 pagamento único – desconto de 2%) – 2.156€
  • semestral (2 pagamentos – desconto de 1%) – 1.089€
  • mensal (11 meses x 200€)

10% desconto para colaboradores de Instituições Cooperantes com a ESEI Maria Ulrich.

Cláudia Garcia
T. 213929560
E. claudia.garcia@emulrich.org

PLANO CURRICULAR


1º ANO

2º ANO

1º Semestre
Unidade curricular Componente de formação Ano curricular Duração Horas totais Horas de aulas
Psicologia da relação Geral e científica 1.º ano 1º Sem. 150 60
Correntes da pedagogia Geral e científica 1.º ano 1º Sem. 75 30
Promoção de saúde em contextos familiares e educativos Técnica 1.º ano 1º Sem. 75 38
Números e operações Técnica 1.º ano 1º Sem. 150 60
Técnicas de expressão oral e escrita Técnica 1.º ano 1º Sem. 150 60
Expressões artísticas e tecnológicas integradas Técnica 1.º ano 1º Sem. 150 60

 

2º Semestre
Unidade curricular Componente de formação Ano curricular Duração Horas totais Horas de aulas
Família, escola e intervenção comunitária Geral e científica 1.º ano 2º Sem. 75 30
Psicologia do Desenvolvimento Geral e científica 1.º ano 2º Sem. 150 60
Geometria e medida Técnica 1.º ano 2º Sem. 150 60
Tópicos de análise em linguística Técnica 1.º ano 2º Sem. 150 60
Geografia Física e Humana Técnica 1.º ano 2º Sem. 112,5 45
História de Portugal Técnica 1.º ano 2º Sem. 112,5 45

3º Semestre
Unidade curricular Componente de formação Ano curricular Duração Horas totais Horas de aulas
Ética e deontologia Geral e científica 2.º ano 1º Sem. 112,5 45
Políticas sociais e programas de apoio às crianças e famílias Técnica 2.º ano 1º Sem. 112,5 45
Comunicação e relação interpessoal em assessoria educativa Técnica 2.º ano 1º Sem. 150 60
Ciências integradas da natureza Técnica 2.º ano 1º Sem. 150 60
Técnicas de apoio ao estudo Técnica 2.º ano 1º Sem. 112,5 45
Intervenção para a inclusão Geral e científica 2.º ano 1º Sem. 112,5 45

 

4º Semestre
Unidade curricular Componente de formação Ano curricular Duração Horas totais
Estágio Em contexto de trabalho 2.º ano 2º Sem. 750

CALENDÁRIO

Calendário Ano Letivo 2018-2019 – CTeSP

HORÁRIO

Ano Letivo 2018-2019 – 1º Semestre – CTeSP – 1º e 2º Ano – Regime Diurno